PASSAGENS DE FAUNA: SOLUÇÃO PARA EVITAR ATROPELAMENTOS DE ANIMAIS

- Cerca de 450 milhões de animais silvestres são mortos todos os anos em rodovias do Brasil, segundo Centro Brasileiro de Estudos de Ecologias de Estradas, da Universidade Federal de Lavras.

Uma prática que é comum na Europa, infelizmente ainda não ganhou adeptos no Brasil, que é a construção de passagens subterrâneas e pontes ecológicas, que propiciam a travessia de animais silvestres em segurança.

Tais medidas, segundo dados, ajudariam a evitar pelo menos 70% dos casos de atropelamentos nas rodovias do Brasil, principalmente nas grandes vias, como Bandeirantes, Imigrantes e Castello Branco, que concentram a maior parte dos casos de mortes de animais silvestres em nosso estado.

Nos últimos seis meses, a nossa região foi palco de três atropelamentos de onças pardas e diversos casos de acidentes causados pelo atropelamento de capivaras, que é o terceiro animal mais atropelado no estado, perdendo apenas para cães e gatos.

Uma proposta elaborada pela ASP-304, seria o desenvolvimento de um projeto de Lei junto a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, obrigando que as novas concessões de rodovias, construam viadutos para travessia de fauna e na impossibilidade, a construção de passagens subterrâneas, além de obrigar que sejam construídas proteções ao longo das margens das rodovias, para direcionar os animais rumo às passagens subterrâneas. Agora, basta que algum deputado estadual se interesse pelo assunto e tenha coragem de enfrentar os interesses das concessionárias. Nos colocamos à disposição para auxiliar na elaboração do projeto.